Andrew Bogard (Andy)

Filho do Éter

Description:

Andy é um filho do Éter que escolheu manipular tanto a matéria física quanto umbral, seus conhecimentos em ciência dimensional (espírito) estão sempre no mesmo nível de seus conhecimentos em matéria. Conta com um arquimago como mentor, cujo passado é desconhecido. Perfeccionista e dedicado ele pretende descobrir o que se passou e o que há de vir

Bio:

Andrew “Andy” Bogard nasceu com uma inteligência fora do normal, aos 15 anos orgulhou seus pais e seu irmão mais velho entrando no MIT. Por ser assim prodígio, Andy não teve muitos amigos, até então só conversava mesmo com seu irmão.
O jovem não teve problemas para se ajustar a rotina no instituto. Sempre mostrando resultados em seus estudos e escrevendo teorias interessantes.
Após o ano de calouro ele ingressou no centro para ciências materiais e engenharia (CSME), destacando-se com suas teorias, formulas e invenções para melhorar a capacidade humana em diversas áreas. Porém Andrew começou a estranhar a si mesmo, algumas coisas que ele teorizava e raciocinava estavam muito além da capacidade humana. Ele estava se tornando impossivelmente inteligente e isso o assustava.
Para tentar esclarecer suas dúvidas ele procurou um de seus professores, o seu preferido na verdade, o Sr. Jordan era um renomado mestre da engenharia no MIT, uma pessoa bem excêntrica, mas igualmente brilhante. O professor percebeu que o jovem Andy estava começando a despertar, mas que ainda era preciso certo incentivo. Resolveu então manter o garoto por perto e ir mostrando os básicos.
Com o tempo Andy foi aprendendo que a ciência era muito mais vasta do que ele imaginava, o conhecimento e as teorias inventivas do professor Jordan pareciam ser ilimitados, e quanto mais impossíveis fossem às teorias, mais interessante ela se tornava, tanto para Jordan quanto para Andrew que adquirira certa tolerância para o impossível.
Em seu último ano no instituto Andy entrava também em seu estágio final para despertar. O Sr. Jordan lhe explicou mais explicitamente sobre os magos, as tradições e a tecnocracia. Semanas antes da formatura o velho Professor lhe deu dois presentes: um livro e uma estranha caixa, daquelas que você dá corda e sai um palhaço de dentro. Falo que ele só deveria abrir a caixa quando estivesse fora do MIT. E estranhamente se despediu do jovem aluno, como se fosse à última vez que se veriam.
No dia seguinte Andrew recebeu a visita de seu irmão, acompanhado de mais um sujeito, ambos bem vestidos em um terno. Ele ficou muito feliz, não via ninguém da família desde que entrará no MIT, 4 anos atrás. Entretanto o irmão de Andy, Tommy, veio ao instituto não para visitar o irmão, mas para ver o professor Jordan. Andy achou muito estranho e resolveu seguir o irmão. Ele era inteligente e já sabia o suficiente para saber do que se tratava, só não queria acreditar que o próprio irmão era um tecnocrata, somente vendo com os próprios olhos acreditaria.
Espiando pela porta, Andy via e ouviu praticamente tudo que se passou na sala, aparentemente os dois vieram para levar Jordan em custódia por algum tipo de crime contra a realidade ou algo parecido. Jordan se recusou e uma batalha surreal tomou conta da sala, basicamente tudo no laboratório de Jordan era usado por ele como arma, a sala aprecia ser feita para defender seu professor, mas não foi páreo para os armamentos tecnocratas. Após alguns minutos de briga, o velho Professor é desintegrado.
Por fim, os dois tecnocratas começam a fazer uma limpeza geral no laboratório até que Tommy percebe Andy na porta e o encara. Assustado e sem poder fazer nada além, o garoto corre, recolhe sua mochila, o livro e a caixa e foge do MIT, sem nunca se formar. Ele resolve passar a noite em hotel beira de estrada, dá um nome falso para despistar. Sem saber o que fazer, Andy olha em sua mochila e vê a caixa de música, sua curiosidade fala mais alto e ele resolve dar corda no instrumento. A caixa começa a tocar a típica musiqueta, mas para a surpresa geral, ao abrir ela emite um holograma do Professor.O holograma entretanto não é um holograma comum, Andy logo percebeu que o holograma conversava com ele, não dava apenas respostas pré-programadas, ele mantinha um dialogo com o jovem, qualquer fosse o assunto, como se uma parte da consciência do professor estivesse impressa ali.
Estando perdido, se achando caçado, Andrew pediu auxilio aos restos luminosos do professor. A imagem estava pronta a ajudar, pois o professor sabia que esse dia chegaria, indicou ao jovem a localização de uma capela pertencente a uma das tradições dos magos, a sua tradição. Disse para apresentar o livro e contar sua história aos magos de lá e não teria problemas para entrar. O livro era uma cópia do Livro do Éter, e apenas os Filhos do Éter possuem tal artefato.
Andy partiu pela manhã, esperando encontrar entendimento e conhecimento sobre sua nova natureza…

Andrew Bogard (Andy)

Mago A Ascensão - Um Novo Mundo, uma história antiga otavio_goldoni