O Caçador de Magos

Desde os acontecimentos de 2004 os adormecidos passaram a ter um pensamento diferente sobre o mundo sobrenatural, muitos passaram a acreditar um pouco mais no misticismo e a duvidar do que é concreto, isso fez com que a realidade se tornasse mais mutável e isso equilibrou a balança da Guerra da Ascensão.
Como efeito colateral, os magos passaram a ser mais visados por pessoas que antes não prestavam atenção neles, durante os eventos acontecidos no “Falso apocalipse”, alguns pontos da película se tornaram mais fracos e alguns seres umbrais conseguiram atravessar e cometer algumas atrocidades no mundo mortal, como Nefandis e Desauridos e com eles surgiram uma enxurrada de vítimas e consequentemente vinganças em potencial. Nesses novos tempos surgiram “Caçadores de Magos”, humanos treinados para destruir os despertos, muitos deles sem conhecimento das diferenças entre tradicionalistas tecnocratas, nefandis e desauridos, para eles só existem os magos e eles são perigosos e devem ser caçados.
Estes caçadores tem um líder, ninguém conhece sua verdadeira identidade, mas ele é conhecido como o Anti-Mago, alguns dizem que ele é uma experiência da própria tecnocracia que deu errado, outros acreditam que ele é como um anti-virus tentando reparar o dano causado ao tecido da realidade durante as últimas décadas pelas ações desesperadas de vários magos. Entre a sociedade mística começaram a surgir vários boatos de que ele seria imune a magia e praticamente imortal, mas estes boatos nunca foram comprovados pois até hoje quem o enfrentou não conseguiu sobreviver para contar a verdadeira história por trás dele.
A rede do anti-mago atualmente se estende por todo o mundo, a tecnocracia tem tentado desesperadamente localiza-lo e eliminá-lo, mas ainda não conseguiram encontrá-lo, os magos que saem da linha e usam suas magias em público agora não podem se preocupar só com a tecnocracia, os humanos finalmente voltaram seus olhares pra a magika e isso não é nada bom.

O Caçador de Magos

Mago A Ascensão - Um Novo Mundo, uma história antiga otavio_goldoni