Um Mistério para Ambos os Lados

Um assunto perturba a sociedade mística já a algum tempo, no dia 11 de setembro de 2011 a Tecnocracia abateu no oceano pacífico uma “nave” não identificada aproximadamente do tamanho de uma quadra de tênis, a nave caiu na região das Fossas das Marianas e desapareceu. A Tecnocracia até hoje não entendeu como uma nave desse porte pode ter simplesmente desaparecido no mundo físico e na Umbra.
Fragmentos foram encontrados, esses fragmentos parecem ser de uma tecnologia muito mais avançada que a própria Tecnocracia possui. A princípio a Tecnocracia acusou os filhos do Eter pelo feito, mas depois de muita investigação e uma verdadeira caça aos membros da tradição nada foi descoberto e os tecnocratas simplesmente desistiram de procurar mais.
Aproveitando a caçada, os Filhos do Eter e os Adeptos da Virtualidade conseguiram alguns dos fragmentos da Nave e começaram suas pesquisas para descobrir algo que possa ajudar na Guerra da Ascensão. Enquanto isso alguns tradicionalistas se preocupam com o que poderia ser aquilo, ou se realmente era só uma peça pregada pelos Filhos do Eter.
Seja lá o que for, deixou a Tecnocracia alerta, eles não estão acostumados a identificar algo mais evoluído que eles. O mistério permanece oculto enquanto ambos os lados da Guerra tentam decifrá-lo primeiro para ganhar vantagem.

Um Mistério para Ambos os Lados

Mago A Ascensão - Um Novo Mundo, uma história antiga otavio_goldoni